GT realizou o 1º Seminário sobre acessibilidade e desenho universal

O Grupo de Trabalho de Acessibilidade do CAU/SP realizou nesta quinta-feira, dia 14 de abril, das 8h30 às 12h30, o “1º Seminário Acessibilidade e Desenho Universal na Arquitetura e Urbanismo”. O objetivo do evento era ampliar o conhecimento dos arquitetos e urbanistas e mostrar a diferença entre “acessibilidade” e “desenho universal”, através das 3 mesas de debates e apresentações de cases, para que os profissionais construam “cidades inclusivas” com projetos mais adequados e conscientes.

IMG-20160415-WA0002

IMG-20160415-WA0003

Segundo o GT Acessibilidade, a evolução da sociedade e a conscientização em relação ao próximo culminaram na mobilização pela inclusão de todas as pessoas com ou sem deficiência. Para que os projetos de edificações e urbanísticos garantam uma boa relação entre o ambiente e as pessoas, na década de 80, foi desenvolvido o conceito de “Desenho Universal” e, em 2015, houve a revisão da NBR 9050 e a Lei Brasileira de Inclusão (LBI), que permitiram a ampliação e atualização dos parâmetros de acessibilidade.
A atividade contou com o apoio institucional da AsBEA (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura), ABAP (Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas) e do IAB (Instituto de Arquitetos do Brasil).

seminario.indd

Postagens Recentes